Saiba Tudo Sobre a Dieta da Proteína

COMPARTILHE:

Comer à vontade, sem se preocupar com a silhueta – melhor ainda, perdendo peso rapidamente e aumentando os músculos! Essa é a Dieta da Proteína.

Dieta da Proteína - Comer sem restrições e perder peso rapidamente aumentando a musculatura! Essa é a Dieta da Proteína. Veja dicas de cardápios e aprenda como fazer.

Consiste basicamente da ingestão de apenas proteínas e alguma gordura, das mais variadas origens, evitando ao máximo o consumo de carboidratos.

Origem da Dieta da Proteína

A dieta das proteínas teve como o seu primeiro impulsionador o Dr. Atkins, que revolucionou a maneira de fazer dieta no mundo. Enquanto a moda era fazer dietas muito baixas em calorias, ele estudou sobre o metabolismo humano e chegou à conclusão de que para perder peso podíamos ingerir proteína liberalmente, desde que fizéssemos um consumo mínimo de carboidratos, como pães e massas, para nos mantermos constantemente num estado chamado cetose. Saiba mais clicando aqui. Ele era tão confiante na sua dieta que a praticou na maior parte do tempo.

Conheça os benefícios da proteína.

Como Funciona a Dieta

A dieta das proteínas funciona porque quando estamos em cetose, o nosso corpo usa a gordura diretamente como combustível para a manutenção do organismo. Além do mais, uma alimentação à base de proteínas leva mais tempo a ser digerida e absorvida pelo organismo, prolongando a sensação de saciedade. Além do mais, devido à maior estabilização e diminuição da insulina no sangue, diminui o desejo e impulso de consumir doces.

Exemplo de Cardápio da Dieta da Proteína

Café da manhã: ovos mexidos com cogumelos e duas fatias de queijo - uma xícara de café com adoçante, ou chá de sua preferência, sempre sem açúcar.

Lanche (da manhã e da tarde): fatias de presunto frio com queijo, quantas você quiser. Pode também comer uma colher de sopa de manteiga de amendoim, ou uma porção de amendoim ou nozes.

Almoço: frango grelhado acompanhado de salada de tomate com alface. Pode comer quanto frango grelhado desejar, mas a salada só pode ser uma dose.

Jantar: salmão no forno acompanhado de espinafre refogado com creme de leite. Não usar farinha para engrossar o molho.

Prós, Contras e Conselhos sobre a Dieta

Como dá para ver, essa dieta é bem fácil de seguir, dá para comer à vontade e você nunca passa fome, mas tem o contra de se tornar rotineira e enjoativa, se feita por muito tempo.

Por ser alta em proteínas e muito diurética, é recomendado beber muita água, mais do que a quantidade recomendada de um 1,5 litros. Assim o organismo consegue estar sempre limpo e livre de toxinas.

Se pretender fazer essa dieta por mais que uma semana, é aconselhado utilizar suplementos de vitaminas, pois como a alimentação é pouco variada, é possível ficar com falta de alguns nutrientes, essenciais para uma boa saúde.

Para acelerar ainda mais a perda de peso, fazer musculação é essencial, pois a alta quantidade de proteínas ajuda a manter a massa magra, gastando a gordura no seu lugar.

Diabéticos e pessoas com problemas cardíacos deverão obrigatoriamente ser acompanhados por um médico durante essa dieta, para salvaguardarem a sua saúde.

Dieta da Proteína VS Dieta Dukan

Muita gente pensa que qualquer dieta com pouco carboidrato é uma dieta de proteínas. No entanto, a diferença crucial entre a dieta das proteínas como por exemplo, a Dieta Dukan, é que a dieta das proteínas tem como objetivo a manutenção constante do organismo num estado de cetose, o que só acontece na Dieta Dukan (ou também na dieta South Beach) durante a primeira fase.

A dieta das proteínas ajuda a perder peso rapidamente, mas da mesma maneira como esses quilinhos saíram, podem voltar, se a pessoa abusar na comida assim que interromper a dieta. Assim, é crucial manter o autocontrole e a força de vontade para emagrecer.

Você já conseguiu fazer a dieta das proteínas? Por quanto tempo? Conte para a gente os seus resultados, e se voltou a ganhar peso depois.

COMPARTILHE:

Entrar

Assine nossa newsletter

YOUTUBE

DISCUSSÕES RECENTES

Mais tópicos »