Compartilhe:

Jejum é a prática da privação de alimento durante um período de tempo, essa privação pode ter diversos motivos como, medicinais, religiosos, ou até mesmo pessoais. A prática do jejum intermitente é datada dos períodos históricos e já foi praticada por diversos povos. Recentemente o jejum voltou a ser praticado como forma de perder peso.


COMO FUNCIONA?

O jejum intermitente é utilizado para fazer com que nosso organismo entenda que entramos em um período de falta de alimentos. Ao realizar o jejum, a reserva de calorias nas células adiposas começa a ser utilizada pelo nosso corpo, gerando assim o consumo dessas calorias para geração de energia.

 

É PERIGOSO?

Existe um grande questionamento se a prática faz mal ou não ao organismo. Você deve saber que um jejum controlado não faz mal, o nosso organismo é preparado  para períodos de escassez, para isso que temos o acumulo de gordura, mas é indicado que seja realizada uma consulta com um médico ou nutricionista, para obter a autorização e acompanhamento durante o processo.

O jejum intermitente NÃO deve ser feito por crianças, adolescentes, idosos, gestantes, lactantes, pessoas com doenças crônicas como diabetes e hipertensão e com problemas de estômago como gastrite.

 

EXISTEM FATORES NEGATIVOS?

Se praticado de maneira correta o jejum intermitente faz com que se entre em um estado de alerta, fazendo com que se ganhe disposição e também ocorra a perda de peso de maneira não prejudicial.

Quando feito de forma errada ou sem orientação de um profissional de saúde, pode levar a desnutrição, desidratação, hipoglicemia, fraqueza muscular, dificuldades de concentração…

Pode também ocorrer dificuldade na adaptação, pois algumas pessoas têm dificuldades em ficar grandes períodos sem se alimentar e existe risco a tender a compulsão alimentar, algumas quando ficam longos períodos sem comer, podem acabar extrapolando na próxima refeição, consumindo uma alta quantidade de calorias, por isso a saúde e controle mental e emocional são importantes, também, na prática do jejum intermitente.

Deixamos claro que também não é aconselhável praticar atividades físicas quando se está de jejum.

 

QUAIS AS VANTAGENS?

O jejum intermitente além de proporcionar a perda de peso, traz um série de outras vantagens, como:

  • Melhora na memória: de acordo com um estudo realizado e 2009, descobriu-se que a restrição de ingestão de calorias, melhorou a memória e capacidade cognitiva dos participantes da pesquisa.
  • Redução do colesterol: foi comprovado que o jejum contribui de maneira significativa na redução do colesterol.
  • Reduz o risco de doenças: o seu organismo impulsiona as células, colaborando com a redução de risco de doenças.

 

COMO FAZER?

O jejum pode ser praticado de diversas maneiras, utilizando intervalos de tempo diferentes. Você pode realizar desde 12h até 24h de jejum. Confira abaixo:

jejum intermitente

Algumas pessoas sentirão dificuldade em realizar um jejum muito longo, por isso é indicado começar aos poucos, se adaptando e prolongando o jejum de acordo com a sua evolução e adaptação, pois os resultados estão ligados não só a privação do alimento, mas também a disciplina e controle.

 

JEJUM DE 12h

É o mais comum, nele você deve passar 12h, metade do dia, sem comer, que incluem as horas que você passar dormindo. Neste modo é realizada a ingestão de 3 refeições nas 12h restantes. Exemplo: se comer seu café da manhã as 7h, deverá realizar a ultima refeição (janta) as 19h e então ficar sem comer até 7h do dia seguinte.

 

JEJUM DE 16h

Você deverá realizar 3 refeições em um período de 8h, nas 16h restantes, incluindo as horas de sono, você deverá jejuar. Exemplo: se realizar seu café da manhã as 10h deverá comer seu jantar (ultima refeição) às 18h e jejuar até as 10h do dia seguinte.

 

JEJUM DE 24h

Você deverá ficar 24h sem se alimentar, neste modo é importante que o limite seja de 2 vezes na semana. Normalmente recomenda-se que o jejum tenha inicio após uma boa refeição, sem exageros, para assim ter energia ao longo das 24h. Exemplo: se você decidir iniciar o jejum após o café da manhã que tomou as 9h, deverá comer novamente só as 9h do dia seguinte.

 

PODE BEBER LÍQUIDO?

Você não só pode, como deve beber água, ficar sem água por longos períodos de tempo não é recomendado. Você também pode consumir chá mate ou preto e café, mas todos sem açúcar.

 

COMO FAZER O DESJEJUM?

O desjejum é um momento muito importante, por isso é preciso selecionar com cuidado os alimentos que irá consumir e a quantidade. Você deve priorizar o consumo de alimentos que saciem e reponham todos os nutrientes necessários.

De preferência:

  • Proteínas
  • Legumes
  • Verduras
  • Frutas
  • Alimentos integrais
  • Tubérculos

Evite:

  • Arroz branco
  • Pão e outros alimentos de farinha branca
  • Doces
  • Alimentos industrializados

Quanto a quantidade, não exagere, coma uma quantidade moderada e devagar. Se quiser você pode utilizar a alimentação da dieta low carb em conjunto com o jejum intermitente, então, se estiver na dúvida procure uma receita low carb clicando aqui!

Os alimentos que você irá escolher para sua refeição são relativos ao período de saída do jejum, por exemplo, se você irá sair de jejum no período da manhã, sua 1º refeição será um café da manhã, já se irá sair do jejum na parte da noite, a sua 1º refeição será um jantar. Pensando nisso separamos a lista de alguns alimentos que você pode consumir de acordo com o período do seu desjejum.

Café da manhã:

  • Ovo cozido
  • Torrada integral
  • Queijo branco
  • Banana
  • Coco
  • Iogurte
  • Chia
  • Café
  • Chá
  • Suco de fruta

Almoço/Jantar:

  • Peixe
  • Frango
  • Carne bovina
  • Verduras
  • Legumes
  • Ovo cozido
  • Arroz integral
  • Massas integrais
  • Milho
  • Feijão

Você pode encontrar outras receitas clicando aqui!

 


Vale lembrar que é sempre bom procurar um médico ou nutricionista antes de realizar qualquer dieta!

Texto baseado no livro “Menos (Refeições) É Mais!: Guia Rápido do Jejum Intermitente” de Rafael Guandalini

Clique na imagem abaixo para adquirir o livro!


Compartilhe: