A autoestima é aquilo que nós pensamos de nós mesmos, o nosso sentido de valorização próprio. Ela é fundamental para uma vida psicologicamente saudável, pois como diz o ditado “se eu não gostar de mim, quem gostará?”

Uma baixa auto estima tem efeitos nocivos à saúde. Confira dicas praticas que vão turbinar a sua auto estima!

A autoestima é aquilo que nós pensamos de nós mesmos, o nosso sentido de valorização próprio. Ela é fundamental para uma vida psicologicamente saudável, pois como diz o ditado “se eu não gostar de mim, quem gostará?”

Imagem: Fotolia

 

A auto estima é aquilo que nós pensamos de nós mesmos, o nosso sentido de valorização próprio. Ela é fundamental para uma vida psicologicamente saudável, pois como diz o ditado “se eu não gostar de mim, quem gostará?”

Efeitos Negativos de uma Baixa Auto Estima

Uma baixa auto estima tem efeitos nocivos na nossa vida: depressão, apego a maus hábitos como fumar, beber, comer em excesso, etc. Quanto mais nós pensamos que não temos muito valor, mais difícil é sair desse ciclo de negatividade que faz com que nunca tenhamos a disposição de fazer algo bom para nós mesmos. Afinal de contas, se eu não tenho valor, para quê tentar melhorar?

Mas isso não tem que ser assim. Cada pessoa nesse universo é única, e tem um papel fundamental na sociedade. Quando paramos para olhar à nossa volta, temos pessoas que nos valorizam – família, amigos, colegas de trabalho. Ao reconhecermos o nosso valor, estamos melhorando a nossa autoestima, conseguimos iniciar bons hábitos – e melhor ainda – mantê-los, e conseguimos criar a nossa própria felicidade.

Dieta e Auto Estima

Até mesmo numa dieta a autoestima é essencial. Quando a gente está em baixo, a única coisa que a gente quer é comer um chocolatinho, ou algo gorduroso ou cheio de açúcar. Mas quando estamos em paz com a nossa autoestima, é mais fácil controlar esses impulsos e dizer para nós mesmos “eu não preciso disso agora, eu valho a pena e quero alcançar os meus objetivos.”

Mas como ter uma autoestima elevada? O truque está na manutenção, da mesma maneira como fazemos com os nossos relacionamentos. Quando queremos agradar o nosso namorado, marido, etc., nós investimos na relação, damos o nosso melhor. E o que é a autoestima senão o resultado do nosso relacionamento com nós mesmos? Assim, estarmos rodeados de pessoas que nos valorizam, ter um bom relacionamento conosco, manter uma atitude positiva, cuidar de nós mesmos e fazer coisas por prazer e não só por obrigação são a chave para uma boa autoestima.

Neste artigo, damos cinco dicas que não custam quase nada e podem turbinar a sua autoestima.

Dicas Praticas Para Acabar com a Baixa Auto Estima

  • Coloque a sua música favorita para tocar bem alto, feche os olhos e imagine que está numa festa. Dance, se quiser, mas aproveite para se sentir bem. A satisfação desse momento vai libertar hormônios como a serotonina, que ajuda a combater a depressão.
  • Sabe aquela maquiagem maravilhosa que você só usa em dia de festa? Aplique-a agora, só por prazer, mesmo, aproveitando para cuidar bem da sua pele. Conforme você vai aplicando a sua maquiagem, admire-se no espelho – você é bonita! Você merece ser cuidada e tratada, porque você é especial. Não vão ser uns quilinhos a mais que vão diminuir o seu valor.
  • Aproveite que você está em frente ao espelho e olhe dentro dos seus próprios olhos, dizendo em voz alta declarações positivas sobre você mesma. Pode ser algo simples, como “eu sei que eu sou especial,” como também “eu sou a corredora mais rápida do meu grupo de corrida,” ou “a minha bisteca é a melhor do mundo.” Não interessa se o que você disser parecer tolo, o que vale é reconhecer para você mesma que você tem algo de especial. Fazer essa declaração em voz alta vai fazer com que o seu cérebro registre essa informação, tornando-a mais real para você.
  • Pegue um pedaço de papel e escreva nele as suas principais qualidades. Já reparou que quando é hora de encontrarmos defeito em nós mesmas é muito fácil? Nos lembramos logo da celulite, dos pneuzinhos, daquela jacada na dieta na semana passada… Então agora exercite a sua mente para encontrar as coisas boas: você conseguiu dizer não para aquela sobremesa tentadora, você exercitou todos os dias na semana passada, etc. Temos que aprender a reconhecer o que temos de bom em nós!
  • Saia para uma caminhada. Não tem que ser demorada, não tem que colocar tênis de corrida nem nada disso. Apenas saia de casa, ande pelas ruas da sua vizinhança, aproveite para observar tudo ao seu redor e respire bem fundo. Está comprovado que o exercício físico leve liberta hormônios positivos para a nossa felicidade, e não custa nada!

Uma boa autoestima é daquelas poucas coisas que não tem nenhuma contraindicação. Não existe autoestima demasiado elevada, existe quem projete uma imagem de si aos outros que parece dessa maneira, por ser inseguro sobre si mesmo. Então comece a pensar nas maneiras em que pode melhorar a sua autoestima, porque na verdade, quando você se ama, o mundo te ama também, e as outras pessoas são atraídas para você, porque você irradia positividade.