Nem todas as calorias são iguais. A quantidade até pode ser a mesma, mas os seus efeitos, totalmente diferentes. Confira!

Muita gente acredita que todas as calorias são iguais, dado que todas elas engordam, quando consumidas em excesso. Embora isso seja verdade, também é verdade que junto com as calorias dos alimentos vêm (ou não) nutrientes para a nossa saúde. É muito melhor para a sua saúde escolher as calorias de alimentos nutritivos do que aquelas calorias dos alimentos que não vão ser benéficos para o seu organismo. Veja a seguir os alimentos que você deveria ter sempre na sua dieta.

Separe as boas gorduras das más gorduras

O azeite de oliva tem propriedades benéficas impressionantes, sendo um excelente aliado da saúde do coração e ajudando a eliminar a gordura abdominal. Já a margarina, uma gordura vegetal hidrogenada e com menos calorias, não promove tais benefícios, sendo até mesmo prejudicial para a saúde. Embora o azeite tenha mais calorias que a margarina, vale a pena escolhe-lo, e basta moderar na dose para ter o efeito benéfico do azeite. Também é assim com as restantes gorduras: vale a pena escolher as saudáveis, como por exemplo abacate e nozes em geral, e consumi-las em moderação para não aumentar o consumo calórico.

Prefira carnes magras às carnes vermelhas

Estudos científicos têm comprovado repetidamente que quem consome carne vermelha regularmente tem uma expectativa de vida mais curta. Embora não seja necessário cortar as carnes vermelhas completamente da dieta, até mesmo porque carnes vermelhas também contêm nutrientes importantes, vale a pena moderar a dose e tentar consumir apenas 1 a 2 porções de carne vermelha por semana.

Escolha peixe sempre que puder

Peixe é rico em muitos minerais e vitaminas, sendo uma excelente escolha para quem está de dieta por não ser um alimento excessivamente calórico. Além do mais, peixes como salmão, bacalhau, sardinha e atum são ricos em ômega 3, um excelente aliado da saúde vascular. Isso sem contar que o peixe bem preparado consegue ser um prato bastante requintado e saboroso. Muitos nutricionistas recomendam que se consuma peixe pelo menos três vezes por semana.

Aposte nos vegetais

Uma regra interessante é fazer com que pelo menos metade do prato sejam vegetais, sejam crus, cozidos ou refogados. Vegetais verde-escuros, como couve, brócolis, abobrinha, espinafre, repolho, rúcula, e aí por diante são riquíssimos em vitaminas A, C, K, e ácido fólico, sendo essenciais para a pele, olhos, unhas, músculos, sangue e ossos, protegendo o sistema imunitário e combatendo o estresse. São também fonte de cálcio, ferro, fósforo, magnésio, potássio e fibras, melhorando a saúde em geral. Já os vegetais de cores laranja e amarela, como abóbora, cenoura , batata doce e melão, são ricos em carotenoides, fantásticas fontes de vitamina A e potássio. Alimentos vermelhos, como tomate, morango, e pimentão têm uma grande quantidade de vitamina C e de antioxidantes que previnem a degeneração celular.

Escolher as calorias dos alimentos de maneira inteligente é uma boa maneira de cortar nas calorias, ao mesmo tempo que se maximiza os nutrientes necessários para um organismo saudável. Vale mais a pena escolher calorias dos alimentos que oferecem maior benefício nutricional, mesmo que tenham mais calorias, do que dar preferência a alimentos industrializados, que muitas vezes proclamam não ter gordura e poucas calorias, mas que são cheios de químicos, conservantes e outros ingredientes que não sabemos exatamente o que são.

Muita gente afirma que o melhor alimento é aquele que ou andou, nadou ou cresceu. Você concorda com essa afirmação? Como você escolhe as calorias dos seus alimentos?