Como inserir uma vida saudável no meu dia a dia? Esse é um dos grandes dilemas expostos pelas pessoas que tomam consciência de que precisam fazer uma dieta alimentar e sair de uma vida sedentária para começar a praticar atividades físicas regularmente.

Sempre que alguém me procura para participar de um processo de coaching, a primeira pergunta que faço é se essa pessoa está realmente pronta para assumir o controle de sua vida. Isso porque um dos grandes papéis do profissional coach é fazer com que a pessoa saia do papel de vítima e assuma o protagonismo de muitas coisas que acontecem em sua vida.

Uma das grandes demandas que recebo sem dúvida alguma está alinhada à “falta de tempo” para incluir todas as atividades que a pessoa gostaria de realizar no seu dia a dia. Para que eu possa efetivamente ajudá-la a “tomar as rédeas” da situação e começar a levar a sério uma dieta alimentar saudável e a prática de exercícios físicos, tenho de proporcionar algumas técnicas para que ela possa utilizar o tempo como aliado e não como um vilão.

Da teoria à prática

Para começarmos gostaria que você, a partir de agora, adotasse três princípios básicos como filosofia de vida:

O tempo é o recurso mais democrático que existe: as minhas 24 horas são as mesmas de qualquer outra pessoa que consegue manter uma vida equilibrada.

Sempre arrumamos tempo para aquilo que é prioridade para nós: você tem claro quais são as suas prioridades?

Gestão do tempo é uma questão de organização e disciplina: o alcance de qualquer grande objetivo depende de foco e disciplina e, nesse caso, a sua grande aliada passa a ser a organização.

Agora que já estamos com esses conceitos alinhados, vamos para as dicas práticas de como incluir e manter a atividade física em nosso cotidiano e como nos organizar para nos mantermos firmes na dieta.

1. Liste todos os papéis que exerce e todas as funções e atribuições relativas a esses papéis

Exemplo:

Papel de dona de casa

Funções: ir ao supermercado, lavar a roupa, passar a roupa, fazer almoço, etc.

Lembre-se de incluir o seu papel com você mesma, pois esse exercício tende a nos mostrar como normalmente vivemos 95% do tempo em função dos outros.

2. Defina quais serão suas 3 prioridades para um determinado período de tempo

Tenha claro quais são os seus objetivos até o final do ano e selecione 3 deles como prioridades. Nosso cérebro não consegue focar em muitas coisas ao mesmo tempo e, por isso, devemos ter claro quais são nossas reais prioridades – para não cairmos na armadilha da dispersão. Não esqueça de incluir dieta e atividade física como uma delas!

3. Mantenha imagens de suas prioridades espalhadas em vários locais que você possa ter acesso

Constantemente, nosso cérebro tenta nos induzir a repetir antigos padrões (falei sobre isso no artigo anterior, lembra?). Quando mantemos visíveis imagens e frases que nos lembram de nossas prioridades, conseguimos tomar decisões mais conscientes para nos mantermos firmes em nosso propósito.

4. Vamos para o exercício Delegar, Excluir, Ajustar, Incluir

Releia a lista de papéis e atribuições e, a partir de uma análise minuciosa, decida quais são as atividades que você pode delegar para alguém ou excluir de sua lista. Lembre-se de que não somos mulheres-maravilha e, para que possamos incluir novos hábitos em nossa vida, precisamos abrir espaço, delegando aquilo que podemos ou excluindo atividades que não são mais necessárias.

Após concluir essa etapa, repasse novamente a lista e insista mais uma vez. Com certeza, você vai encontrar outras atividades que não precisam mais ser de sua responsabilidade.

A segunda etapa do exercício consiste em verificar o que pode ser ajustado, ou seja, o que podemos simplificar ou realizar em menor tempo do que realizamos normalmente – não esqueça de considerar o tempo que você passa no Facebook, hein?!

Para concluir o exercício, inclua na sua lista as atividades que envolvam a realização da sua dieta, como por exemplo fazer compras semanais, organizar o cardápio, entrar no site Dieta e Receitas para pegar novas dicas e todas as outras que você julgar necessárias.

5. Adote o uso da agenda diariamente

Lembra que falamos da organização? A agenda, sem dúvida alguma, deve ser sua grande aliada para não “furar” sua dieta ou esquecer de realizar as atividades nas datas que foram previamente definidas. Uma sugestão é que a agenda da semana seja realizada todo domingo à noite e revisada e ajusta todo dia pela manhã.

6. Exercício de prós e contras

Para que você consiga permanecer disciplinada em relação a sua nova proposta de vida, adote constantemente o exercício de prós e contras. Quando surgir um convite para um happy hour com os amigos exatamente no dia e horário programado para ir à academia ou ao supermercado para manter a dispensa repleta de produtos contemplados em sua dieta, lance mão de sua agenda para verificar a possibilidade de remanejar algumas atividades (afinal de contas, flexibilidade é bom e todo mundo gosta). Em caso negativo, levante imediatamente os prós e contras de deixar sua prioridade de lado em relação ao seu objetivo do final do ano. Toda mulher inteligente deve tomar decisões conscientes das consequências futuras de suas ações.

Não possuímos 100% de controle sobre tudo o que nos acontece na vida, porém devemos focar e agir na parcela que podemos exercer influência. O momento é hoje, e a hora é agora! Tome a decisão e comece a construir uma vida que funcione a favor de seus grandes sonhos e desejos.


A Ana Paula Platt quer saber qual assunto você deseja que ela aborde em sua coluna mensal. Envie a sua sugestão para: life.coach@dietaereceitas.com.br