O maracujá é uma fruta com diversos benefícios à saúde, e pode até contribuir ao emagrecimento, confira!

 maracuja

Tipos de maracujá

Existem mais de 150 variedades de maracujá ao redor do mundo. Na alimentação do brasileiro, os mais utilizados são:

Maracujá azedo ou amarelo: é o mais conhecido e consumido em forma de sucos e no preparo de sobremesas. A produção ocorre o ano todo nas regiões mais quentes do país. No momento de escolher, prefira aqueles com as cascas enrugadas

Maracujá doce: se desenvolve nos meses de janeiro e fevereiro. Possui formato semelhante a um mamão papaia pequeno. Escolha aqueles com a casca lisa e brilhante e consuma in natura

Maracujá roxo: é da mesma variedade do maracujá azedo, porém, sua casca é escura. Este tipo se desenvolve em locais frios nos meses de janeiro e março.

Benefícios do maracujá

São muitos nutrientes presentes nessa fruta: boa fonte de vitamina C, naturalmente antioxidante e ajuda a fortalecer o sistema imunológico, auxiliando o combate a infecções, além disso, possui potássio, fósforo, zinco e manganês. Todos esses minerais contribuem para regular a pressão, contrações musculares, regeneração de tecidos, fortalecimento do sistema imunológico e fabricação do material genético, e também, possuem características antioxidantes.

Calmante natural

O maracujá ganhou fama de calmante natural, devido a substância passiflorina, presente em suas folhas, que tem poderes sedativos. Porém, esse benefício não se estende a polpa da fruta.

Portanto, para se acalmar, faça uma infusão com as folhas do maracujá ao invés de tomar seu suco, e consuma uma xícara ao anoitecer. E cuidado ao adoçar: prefira mel ou açúcar mascavo e em quantidades moderadas.

Para que serve a farinha de maracujá?

A farinha de maracujá é fabricada a partir da parte branca da casca, que é rica em uma fibra chamada pectina, com diversas funções no nosso organismo:

  • Forma um gel, aumentando o tempo do transito intestinal e a sensação de saciedade, por isso, auxilia o emagrecimento.
  • Diminui a glicemia, o que contribui no controle da diabetes tipo 2.
  • Reduz a síntese de colesterol.
  • Auxilia o funcionamento do intestino.

Para aproveitar os benefícios da farinha de maracujá polvilhe 1 ou 2 colheres dela nas refeições principais, almoço e jantar. Ou então, acrescente em sucos, iogurte ou frutas. E, durante o intervalo entre as refeições, consuma bastante água.

Consulte seu nutricionista sobre a melhor forma de incluir esse produto na sua dieta. E lembre-se que alimentação equilibrada e exercícios físicos são fundamentais para se manter saudável.

Do maracujá aproveita-se tudo!

  • Folhas: como já explicamos, é possível fazer uma infusão calmante com as folhas do maracujá. Elas também são utilizadas na produção de medicamentos.
  • Polpa: utilizada em sucos, bolos, doces, molhos, etc.
  • Casca: matéria prima da farinha de maracujá.
  • Sementes: se forem trituradas, podem ser utilizadas como esfoliante. Também pode ser extraído óleo, utilizado em receitas culinárias.