Corrida ou caminhada emagrece? Um exercício oferece mais benefícios que o outro? Wesley Parreira esclarece essas e outras dúvidas comuns sobre corrida e caminhada neste artigo.

Olá, amigas do Dietas e Receitas! Hoje a questão é antiga, pois a corrida e a caminhada são atividades que promovem muitos benefícios aos seus praticantes. Mas será que uma atividade é melhor que a outra? Bem, muito tem se estudado sobre os benefícios e os riscos dessas atividades, e as descobertas são interessantes, contrapondo o que muitos acreditavam.

É senso comum que a caminhada é o início de uma preparação para quem deseja correr. Mas este já é o primeiro erro. A caminhada e corrida são atividades distintas. Ou seja, podem ter benefícios e exigir cuidados específicos.

Quando pensamos em emagrecimento, o que primeiro vem à cabeça é a corrida. Realmente, a corrida tem um gasto calórico maior, mas não é apenas isso que faz com que a corrida seja mais eficiente em relação à caminhada. Além deste fator, a corrida regula melhor os hormônios que diminuem o apetite, por oferecer maior intensidade. A corrida também pode auxiliar em um aumento da musculatura a longo prazo – mas quero deixar bem claro que a corrida não é um exercício utilizado para este fim. A corrida também nos deixa mais alegres, pois a endorfina é liberada em maior quantidade durante exercícios mais intensos, como a corrida.

Então a corrida é melhor do que a caminhada, certo? Talvez não!

Como já disse, a caminhada pode não ser o início para quem deseja correr. A caminhada não prepara a musculatura para a corrida. O certo seria fazer um trabalho de fortalecimento muscular e diminuição de peso, caso o objetivo seja o emagrecimento.

A caminhada pode ser utilizada por sedentários que desejam iniciar uma atividade física, mas esta não é a única vantagem dela. Pesquisas mostram que a caminhada também auxilia na prevenção e no tratamento da osteoporose. O impacto desta atividade é um excelente estimulo para a produção de massa óssea. A corrida também traz este benefício, entretanto com risco de lesões por estresse e nas cartilagens, podendo aumentar as chances de lesões nas articulações, como a artrose.

A caminhada também parece proteger melhor o sistema imunológico que a corrida. Isto porque atividades de baixa ou moderada intensidade são benéficas para aperfeiçoarem as células de defesa diante de micróbios nocivos. Porém, isso não quer dizer que quem faz atividades mais intensas, como a corrida, será prejudicada nesta questão. Pessoas condicionadas e bem orientadas por profissionais de educação física podem praticar exercícios intensos e ainda contarem com um sistema imunológico mais forte e protegido – pois nós, treinadores, saberemos como preparar e direcionar os treinos, respeitando os limites de cada praticante.

Agora, pergunto novamente: qual é a melhor atividade, corrida ou caminhada?

Exercícios são sempre bem-vindos para todas as pessoas. O que precisa ser bem analisado é qual a melhor atividade para nosso caso. Somos únicos e não podemos entrar de cabeça em modalidades que prometem maravilhas sem antes consultar um médico, um educador físico e outros profissionais da saúde, como um nutricionista.

Um grande abraço e até nosso próximo encontro aqui no Dietas e Receitas!


O Wesley Parreira quer saber qual assunto você deseja que ele aborde em sua coluna mensal. Envie a sua sugestão para: fitness@dietaereceitas.com.br