Não consegue emagrecer? Entenda os motivos

Como dar a volta por cima e mudar realmente de estilo de vida

  Mestre do Esforço  

 

Quantas vezes você disse que essa dieta seria a definitiva? Quantas vezes você olhou para si mesma e prometeu que emagreceria de uma vez por todas e se manteria assim? Em quantas segundas-feiras você acordou e disse que, desta vez, faria tudo diferente? E quantas vezes você se frustrou por não manter essas promessas? Se você é como a grande maioria das pessoas, deve ter passado por situações assim por mais vezes do que gostaria. Pois bem, chegou a hora de olhar para dentro e entender um pouquinho mais sobre o que vem acontecendo e mudar algumas atitudes e pensamentos. Vamos nessa?

PERGUNTE A SI MESMA: VOCÊ QUER MESMO EMAGRECER?

Claro que sim! Essa é a primeira resposta que você dará, sem dúvidas. Mas você já parou para pensar que o seu inconsciente talvez não ache isso uma boa ideia? O que você costuma pensar de pessoas magras? Você sofreu bullying quando era criança? Passou alguma  decepção ou perda em um período em que era mais magra? Ou era uma criança muito doente, que não conseguia comer? Pelo contrário, talvez você ache que as pessoas magras são muito bem resolvidas e tem medo de não se sentir da mesma forma? Vamos, pense bem e descubra se a sua mente associa ideias ruins à magreza.

 

Identificado o elemento sabotador, é hora de criar um motivador equivalente. Crie razões fortes e positivas o suficiente para o seu processo, de forma que esses sabotadores sejam irrelevantes para você. Silencie aquela voz interna que te puxa para baixo e te mantém na zona de conforto, criando desculpas e justificativas. Diga a si mesma que não há nada de errado em ter um corpo e um peso saudável, que isso não obrigará você a se tornar alguém que não é. Quem ama você agora continuará a amar. Você não estará automaticamente na lista dos que entenderam o sentido da vida, também não precisará se abster de chocolate para sempre. Ser magra não fará com que você precise comprar uma casa nova, também não fará com que você seja obrigada a casar e ter filhos, ou se divorciar – a menos que isso seja algo que você queira.

VOCÊ ESTÁ REALMENTE DISPOSTA A PAGAR O PREÇO?

A verdade é: tudo tem um preço, e ele será proporcional ao objetivo que você quer atingir. Emagrecer não é diferente. Exige esforço e sacrifício, pelo menos até que você se habitue ao novo estilo de vida. Infelizmente, muitos acreditam que podem atingir resultados definitivos sem dar algo de valor em troca, e isso faz com que quaisquer mudanças sejam apenas temporárias. Sim, você terá que abrir mão de muitas coisas de que gosta e terá que fazer exercícios regularmente. Não, dois meses não serão o suficiente.

 

Se o que você procura é um corpo saudável, em forma, e que possibilite a você viver mais e melhor, entenda que algumas mudanças de comportamento deverão ser definitivas. Faça a si mesmo as seguintes perguntas: até quando eu quero viver? Do jeito que estou agora, terei saúde para desfrutar da minha velhice? Seja honesta consigo mesma e avalie as respostas. Ganhar sua vida e sua saúde de volta pode valer muito mais do que você tem feito ultimamente.

DESCUBRA O QUE FUNCIONA

“Para emagrecer basta comer menos e se exercitar mais”. Quantas vezes você já ouviu essa frase e já quebrou a cara ao tentar fazer isso, sem sucesso real? Se você já passou pelas duas primeiras fases, ou seja, deu a si mesma um motivo bom o suficiente para emagrecer e está disposta a pagar o preço para ter uma vida saudável, chegou a hora de descobrir como fazer isso.

 

Nosso corpo precisa de combustível. Se você deixar um carro sem gasolina, ele não ficará mais potente e nem andará mais rápido. Com o nosso corpo é a mesma coisa. Não se trata de diminuir o combustível, mas de alimentá-lo com a fonte certa de energia. Como fazer isso? Buscando informações confiáveis, conhecendo seu corpo, consultando especialistas. Para garantir resultados em qualquer área da vida, inclusive no emagrecimento, não se trata apenas de esforçar-se excessivamente, mas de fazê-lo da maneira correta e mais eficiente. Agora responda: o seu esforço é produtivo? Você está buscando formas inteligentes de nutrir e esculpir seu corpo?

CONDICIONE-SE PARA O SUCESSO

Sucesso é um hábito. Após algumas derrotas, tendemos a entrar cada vez menos confiantes na batalha, e isso se aplica igualmente no emagrecimento. Depois de várias tentativas mal sucedidas, condicionamos nossa mente ao fracasso, com pensamentos do tipo: “eu sempre caio em tentação nos fins de semana”, ou “até onde vou conseguir chegar dessa vez?”. Ao duvidar de si mesma, você cria uma ordem para o seu cérebro, que obedecerá cegamente e ajudará você a falhar mais uma vez. Esse é o ciclo do fracasso, que deverá ser quebrado se você deseja realmente transformar essa realidade.

 

A primeira coisa a se fazer: esqueça quem você foi no passado. Não deixe essa pessoa definir seus comportamentos daqui para a frente. “Eu sou assim mesmo”, “eu sempre largo a academia depois de um mês”. São frases fatalistas sobre quem você foi, determinando o seu futuro. Não precisa ser assim de agora em diante.

 

Veja a si mesma como alguém que pode mudar. Você não precisa esperar perder 15kg para se sentir bem-sucedida – basta passar por um fim de semana! Defina pequenas metas, e ao alcançá-las, sinta o sabor da vitória inundando a sua mente e o seu corpo. Encontre prazer em conquistar a saúde e o corpo que você sempre sonhou, em ter energia, em conseguir correr 5 km. Ou em conseguir correr 1 km, para começar.

           

APOSTE EM SI MESMA E VENÇA

Eu gostaria de dizer que é fácil seguir esses passos, mas não é. Vai exigir de você toda a determinação, comprometimento e coragem que puder reunir. Em alguns dias, você estará cheia de energia. Em outros, se arrastará, perguntando a si mesma o porquê de tudo isso e pensará em desistir. E aí você vai se lembrar do motivo pelo qual você decidiu acordar todas as manhãs e dar o seu melhor.

 

Não existe um atalho, não existe fórmula secreta. Existe o esforço e a sua certeza de que vale a pena. Existe a sua luta e a sua vontade de chegar ao topo dessa montanha e dizer: “eu consegui”. Você pode cair, pode errar, mas desistir deve deixar de se tornar uma opção. Levante-se, corrija, enfrente a si mesma e diga “eu posso, eu mereço”. E então faça, siga em frente, deixe de procurar culpados. O que acontece a partir de agora só depende de você, e é isso o que torna tudo ainda mais incrível. E então? O que você vai fazer agora?