Você pode vencer o mito do corpo perfeito.

Saiba como ultrapassar o mito do corpo perfeito e se sentir bem consigo mesma. Confira!

Sinta-se bem consigo mesma, ultrapasse o mito do corpo perfeito. Confira!

 

A idealização da imagem feminina não é algo apenas dos tempos recentes. Desde os tempos primitivos que o corpo feminino tem sido idealizado. Figuras esculpidas desde a época pré-histórica, como a Vênus de Willendorf, mostravam a mulher com quadris e seios largos, representando a sua fertilidade. Essa imagem foi evoluindo com o tempo, flutuando de acordo com as diferentes sociedades e culturas.

A mulher da idade média

Na Idade Média, se a mulher fosse gordinha, isso significava que ela tinha os meios para uma boa alimentação. Hoje em dia, aquele que é considerado o ideal de beleza feminino é uma mulher alta, magra, estampada na capa de uma revista com as roupas mais caras e cheia de maquilhagem e Photoshop – uma mulher que é impossível de existir na vida real.

A mulher da vida real

Na vida real temos problemas, depressões, correria do dia-a-dia, e nem sempre podemos ter a manicure feita, o cabelo arrumado, a roupa que combina melhor. Na vida real jacamos, falhamos a dieta, ou temos problemas de saúde, e por vezes nem sequer temos dinheiro para andarmos vestidos na última moda!

 

É essa pressão que a sociedade põe em cima da mulher, fazendo com que ela tenha que alcançar ao máximo esse ideal de beleza que não é saudável, e muito menos alcançável. Nem sequer as grandes modelos conseguem isso, basta olhar as fotos dos paparazzi, que volta e meia encontram alguma celebridade mal vestida, descabelada ou com o rosto irreconhecível devido à falta de maquilhagem.

 

E como lidar com isso? Nesse primeiro artigo da nossa coluna de Psicologia, vamos ver três dicas de como ultrapassar o Mito do Corpo Perfeito. Veja:

Vá além da superfície

A imagem que projetamos no mundo conta, mas quem somos conta ainda mais. Do que adianta ter uma aparência exterior fantástica, se não cultivarmos o nosso interior, a nossa saúde emocional? Isso sem contar com o poder que aquilo que pensamos sobre nós exerce nas pessoas ao nosso redor. Você já reparou como algumas mulheres nem são assim tão bonitas, mas quando entram numa sala, toda gente se vira para olhar para ela? Isso é auto-confiança, e quando você se sente confortável com você mesma, o mundo inteiro sente isso.

Não fique obcecada

Dois ou três quilos a mais não fazem com que você valha menos. Ter o cabelo desarrumado não muda a sua personalidade, e embora seja agradável andar sempre bem arrumada, a verdade é que isso nem sempre é possível. Lembre-se, ninguém é perfeito. Então, deixe de se obcecar com cada pequeno detalhe da sua aparência, e lembre-se que no seu interior você vai ser sempre uma pessoa maravilhosa, não importa que esteja com ou sem maquilhagem. Não foque a sua energia naquilo que você não é, mas sim naquilo que você é: amiga, forte, guerreira, determinada… e daí em diante.

Se ame

É verdade. Já ouviu aquela frase “Se eu não gostar de mim, quem gostará?” Imagine na sua frente uma pessoa com os ombros descaídos, que nunca tem coragem de te olhar nos olhos, sempre que fala de si mesmo é para dizer alguma coisa negativa. Você quer passar algum tempo com essa pessoa? Não! É claro que essa pessoa pensa que não tem valor, e nós nos afastamos instintivamente de pessoas assim, pois elas sugam a nossa energia. Agora, se ao contrário, você se amar, você vai ter mais vezes um sorriso em seus lábios, alguma coisa positiva para dizer para alguém, e as pessoas vão querer estar com você, pois você emana bons sentimentos. E isso vai mais além do que a aparência ou as roupas que você usa.

 

O que mais você tem feito para ultrapassar o Mito da mulher perfeita? Conte-nos nos comentários as suas estratégias, e caso tenham alguma pergunta ou algo que desejavam saber mais, contactem-me pelo e-mail: nutricao@dietaereceitas.com.br. Estarei sempre pronta a responder a qualquer questão que tenham.