Não come carne, mas quer seguir a dieta Paleo? Veja dicas para adaptar sua dieta ao conceito Paleo

A dieta Paleo é inspirada na alimentação que nossos ancestrais tinham no período Paleolítico, quando caçavam animais e comiam frutos e vegetais que a natureza oferecia. Ela é baseada no alto consumo de proteínas, principalmente vinda de todos os tipos de carne. Então, como um vegetariano pode seguir a dieta Paleo?

A resposta é adaptação. Embora seja mais difícil adaptar a dieta Paleo para quem não come carne, já que a dieta também proíbe o consumo de grãos, essa missão não é impossível. O resultado seria uma dieta vegetariana melhorada, de acordo com os princípios Paleo. Veja a seguir algumas dicas.

COMA OVOS

Os ovos são uma boa fonte de proteínas e estão entre os alimentos permitidos da dieta Paleo. Um ovo possui cerca de 6 gramas de proteína. Um ponto positivo do ovo é a variedade de maneiras que ele pode ser inserido no cardápio: frito, mexido, cozido, só as claras, omelete, pochê etc.

Vale lembrar que essa substituição talvez não seja uma boa ideia para quem sofre de colesterol alto. O melhor é sempre consultar um médico e nutricionista antes de começar a dieta por conta própria.

SE ALIMENTE DE ALGUNS GRÃOS

Sementes como quinoa, cânhamo e amaranto são proibidas na dieta Paleo, porque possuem carboidratos. Mas elas também podem ser uma fonte de proteína para substituir as carnes.

Portanto, a segunda dica é adicionar essas sementes em sua alimentação. A quinoa, por exemplo, pode trazer variedade ao cardápio, já que pode ser feita como arroz e macarrão. A semente de cânhamo também é conhecida por ter bastante proteína, boas gorduras e pouco carboidrato.

COMA LEGUMES GERMINADOS

Grãos e legumes não são bem-vindos na dieta Paleo, porque ela é baseada na afirmação de que feijões e outras leguminosas possuem inibidores de enzima que impedem de eles serem consumidos crus e que interferem na digestão mesmo depois de cozidos.

No entanto, esses inibidores podem ser reduzidos quando se deixa de molho ou se germina os legumes antes de cozinhá-los. Isso pode ser feito com feijões, lentilha e grão de bico, por exemplo. Para isso, basta deixar os grãos mergulhados em água em temperatura ambiente por pelo menos 24 horas antes de cozinhá-los. 

EVITE ALIMENTOS INDUSTRIALIZADOS

A dieta Paleo, acima de tudo, é contra a comida industrializada e processada. Esse conceito pode ser colocado em prática tanto por quem come carne quanto por quem não come. Açúcares, aditivos químicos e óleos processados são alguns dos exemplos de alimentos proibidos da Paleo que podem ser eliminados da alimentação de um vegetariano também. Para saber mais sobre os alimentos permitidos e proibidos na dieta, leia este artigo.

CUIDADO COM GLÚTEN E LATICÍNIOS

Eliminar o glúten pode ser um pouco difícil para os vegetarianos, mas também não é impossível. Já os laticínios devem ser consumidos com cuidado na dieta Paleo, mas também são fonte de proteína e gordura. Uma sugestão é cortar os laticínios por 30 dias e reintroduzi-los aos poucos na alimentação para observar se o seu corpo reage bem a eles. Uma outra alternativa é fazer iogurte ou kefir em casa, o que elimina a lactose durante o processo de fermentação, ou tentar consumir laticínios de cabra ou ovelha.